19.12.12

Internet no seu smartphone: Estados Unidos


Estranhamente, no que diz respeito ao acesso a planos de internet 3G pré-pagos, os Estados Unidos revelam-se um país com pouquíssimas opções. Na verdade, a opção é única: a T-Mobile.
Levando em conta que as redes CDMA não servem pros celulares brasileiros e europeus, de cara, já excluímos a Sprint, a Verizon e a MetroPCS. Sobram duas principais de GSM: AT&T e T-Mobile.

A AT&T não trabalha com planos de internet pré-pagos. Você pode até comprar um chip pré-pago deles, mas obterá, no máximo, os serviços de voz e SMS. Ao abrir o browser do smartphone, aparecerá uma mensagem do tipo "no data for your plan".

A única que sobra, de fato, é a T-Mobile. O SIM Card só pode ser comprado em lojas da própria T-Mobile. É uma ótima operadora, com bons serviços, boa cobertura, a salvo por um pequeno detalhe: na maior parte do tempo, você só receberá sinal de internet 2G (Edge). Com ele, dá pra navegar (com uma certa paciência), usar whatsapp, Tango, Viber e Skype, todos com voz, sem falhas. Ao adicionar vídeo à conversa, aí sim, você nota uma certa dificuldade.

O preço do serviço da T-Mobile é interessante. Eles têm um plano através do qual o usuário paga por dia de utilização, o "Pay By The Day plan".


No nosso caso, basta fazer o de dois dólares ao dia pra se ter internet 2G, além de voz e sms ilimitados dentro dos EUA. Com ele, você não pagará muito e ficará conectado durante sua estadia no país do Tio Sam.

É importante ressaltar que tanto a AT&T quanto a T-Mobile possuem um pacote de ligações internacionais para telefones fixos por 10 Dólares. Mas esse serviço para planos pré-pagos mensais de, no mínimo, 30 Dólares. O plano diário não vale.

Até mais!

Gostou do post? Clique nos botões abaixo e ajude-nos a divulgá-lo nas redes sociais.

22.11.12

Internet no seu Smartphone: França


Já cansei de dizer aqui as inúmeras vantagens de se levar o smartphone numa viagem, especialmente quando se compra um chip local pré-pago com acesso à internet.

Em viagens pela França, tenho usado o serviço da Orange. Em qualquer loja da operadora, é bem provável que você encontre algum vendedor que possa te ajudar - com muito boa vontade - em francês e até mesmo em inglês.

O chip pré-pago deles se chama Mobicarte. Custa, em média, 10 Euros, mas vem com 5 Euros de crédito. Com mais 5 Euros que você compre por fora, é possível adquirir o pacote "Bons Plans Semaine Internet Max", que te dá 7 dias de acesso à internet 3G de alta velocidade (até 7.2 mbps) por apenas 7 Euros. Eu fiz esse e funcionou perfeitamente bem.

Vale salientar que esses planos e promoções variam de tempos em tempos. Caso você adquira o chip num quiosque do aeroporto, basta fazer a recarga e depois tentar adquirir o pacote por conta própria. Eu fiz umas capturas de tela do smartphone que talvez possam ajudar:

01. Digite #123# e aperte a tecla de fazer a ligação.


02. Na tela de menu, responda com o número referente à opção "Bons Plans".


03. Escolha a opção "Internet et e-mails".


04. Escolha a opção "Option internet max".


05. Na opção seguinte, a salvo você fique apenas dois dias na França, a opção mais vantajosa é o "BP Semaine Internet Max".


06. Confirme a escolha com a opção "valider".


Pronto. Seu plano de internet deverá ser habilitado com sucesso. Se essa operação não der certo, ou se os passos mostrados acima não sejam mais os válidos no momento da sua compra, o melhor mesmo é procurar uma lojinha da Orange.

Até mais!

Gostou do post? Clique nos botões abaixo e ajude-nos a divulgá-lo nas redes sociais.

21.9.12

3 anos do Viajante Amador!

Parece ontem que dávamos início ao Viajante Amador em setembro de 2009.

De lá para cá passaram-se ótimos 3 anos e, mais uma vez, temos motivos de sobra pra comemorar.

O Viajante Amador adquiriu novas e fantásticas experiências. Fomos até a distante Ásia conhecer Tóquio, Hong Kong, Macau e Taipei. Fomos aos Alpes Suíços (depois de lamber os beiços em Zurique) para conhecer a incrível estação de Jungfraujoch. Voltamos a Buenos Aires e trouxemos várias atulizações importantes sobre a cidade. Sobrevivemos ilesos a um infarto na família. Cancelamos viagens. Planejamos muitas outras. Inauguramos a seção de "Videopost", possibilitando a transmissão de experiências por novas mídias. Em suma, foi um ano super movimentado.

Já contamos com quase 300 posts de dicas, informações e roteiros de dezenas de cidades espalhadas pelo mundo. Agradecemos o crescimento de popularidade, com a "fan page" no Facebook e Twitter próprios. O resultado de todos esses esforços se traduziram nas mais de 220 mil visualizações de página ao longo desse último ano.

A todos os que fazem o Viajante Amador, o nosso "muito obrigado".

20.9.12

Up-to-date: Buenos Aires - Quanto levar para gastar? Tabela 2012.

Estamos de volta com a publicação da tabela 2012 do post "Quanto levar para gastar?".

A tendência exposta nos posts anteriores se confirma: a inflação na capital argentina, ao menos para nós turistas, tem sido massacrante.

Mas antes de ver os preços, segue aqui um pedido: a tabela ainda está incompleta em alguns itens. Você pode ajudar a completá-la e isso é bem simples. Bata uma foto de preços em cardápios durante a sua viagem (pode ser de celular, de câmeras digitais, não importa) e envie pra nós no endereço "viajanteamador@yahoo.com" informando o que você descobriu pra nós, onde e quando.

Nosso agradecimento especial dessa vez vai ao amigo Sergio Nuñez que gentilmente coletou os preços para nós.


ESTIMATIVA DE PREÇOS (EM PESOS) – BUENOS AIRES, JUL/AGO 2012


Restaurantes
Refrigerante
16
Água
14
Suco
20
Vinho comum (jarra)
30
Vinho comum (taça)
25
Vinho fino (garrafa)
50
Vinho fino (taça)

Bife de Chorizo
61
Bife de Lomo
61
Massa simples com molho
35
Massa recheada com molho
39
Pizzas muçarela/marguerita
52
Pizzas outras
65
Porção de papas fritas

Salada
32

Sorvete
Freddo
Casquinho simples
19

Casquinho grande
21

Quarto de quilo (1/4kg)
28
Persicco
Casquinho simples     
19

Casquinho grande        
23

Quarto de quilo (1/4kg)  
31
Munchi’s
Casquinho simples


Casquinho grande


Quarto de quilo (1/4kg)


Café
Espresso pequeno
9 a 12
Espresso grande
12 a 14
Capuccino pequeno
22 (Starbucks)
Capuccino grande
26 (Starbucks)
Cortado
9 a 12
Lágrima
9 a 12
Submarino

Porção de Medialunas (dúzia)
30

Junk Food
Combo McDonald’s (sand + papas + refri)
40
Combo Burger King (sand + papas + refri)
45

Transporte
Taxi Microcentro-Recoleta
30
Taxi Microcentro-Palermo
40
Taxi Microcentro-San Telmo
20
Taxi Microcentro-Boca
34
Subte
2,50
Ônibus
2


Bar
Cerveja Quilmes long neck

Cerveja Quilmes garrafa grande 1litro
22 a 29
Dose Vodka

Dose Tequila

Drink

Refrigerante

Água

Fernet



Boate / Bar com Dancing
Cerveja Quilmes long neck

Cerveja Tirada 500ml (Schneider / Quilmes)

Cerveja Quilmes garrafa grande

Dose Vodka

Dose Tequila

Drink

Refrigerante

Água





Pronto. Agora, é só refazer as contas no lápis pra se ter uma ideia de quanto gastar/levar para cobrir seus gastos de alimentação, transporte e lazer na sua ida a Buenos Aires.

Para aprender como saber o valor atualizado do Peso em relação ao Real, clique aqui

Posts da série "Buenos Aires, Argentina":

Destino: Buenos Aires - Roteiro para 4 dias
Viajando para a Argentina: levar Dólar, Peso ou Real? O que é melhor?
Up-to-date: Buenos Aires - Quanto levar para gastar?
Up-to-date: Buenos Aires - andando de ônibus e economizando pesos...
Up-to-date: Feira de Mataderos - um programa muito legal em Buenos Aires!
Mi Buenos Aires Querido (pero no mucho)...
Leitores pelo Mundo: os leões e tigres de Fernando no Zoo de Luján
Up-to-date: Buenos Aires Bus - O ônibus turístico de Buenos Aires
Up-to-date: Buenos Aires, julho de 2011: O Melhor Tango
Up-to-date: Buenos Aires, julho de 2011: Internet Pré-paga no seu Smartphone!
Up-to-date: Buenos Aires - Dúvida cruel: Freddo, Persicco ou Munchi's?
Up-to-date: Chan Chan: um peruano delícia em Buenos Aires
Las Violetas: café com charme e distinção em Buenos Aires.



Gostou do post? Clica no botãozinho "+1" abaixo e ajude-nos a divulgá-lo.

3.9.12

Vestido para matar em Tóquio!


A pessoa está caminhando calmamente por uma avenida em Tóquio e fica imaginando se ainda falta muito para chegar ao templo cuja visitação se pretende fazer quando, do nada, se depara com a seguinte imagem:


Na dúvida, sem entender direito do que se trata, ou mesmo sem acreditar naquilo que imagina ser, a pessoa atravessa a rua e olha pruma vitrine:


E era exatamente isso: a pessoa estava em frente a uma loja de armaduras tradicionais para samurais. Aquilo que até então só se tinha visto em filmes (mais recentemente em "O Último Samurai", com Tom Cruise), estava logo ali, ao alcance das mãos.

Obviamente, não havia horário de fechamento de templo que me impedisse, naquele momento, de entrar pra ver a loja.


Cada passo fazia a visita valer ainda mais a pena.


As armaduras são impressionantemente lindas.


A riqueza de detalhes de cada trabalho desses me fazia tentar adivinhar quantas horas e quantos artistas tinham sido necessários para completar cada figurino.



Obviamente, o passo seguinte foi imaginar o valor de cada uma delas. O atendente solitário da loja, que praticamente não falava nada de inglês, me apontou um catálogo. Ao abrir, fiquei sabendo que algumas daquelas peças chegava a custar dez mil Euros (o equivalente, hoje, a 25 mil Reais), o preço de um carrinho popular aqui no Brasil.


Mas muito antes de nutrir qualquer delírio de pensar em comprar uma armadura "mais em conta", percebi que elas vêm em tamanho "nipônico", certamente para adultos com vinte centímetros a menos de altura e metade do meu peso. Não era mesmo pro meu papo. ;)

De todo modo, passear naquela lojinha foi um dos vários momentos fantásticos que vivenciei na capital japonesa. E se realmente, algum dia, eu quiser comprar uma armadura dessas pra usar (no carnaval de Olinda, por exemplo), descobri que tem lojas online que produzem peças semelhantes por encomenda por aproximadamente mil dólares, com direito customização de medidas e tudo. Por que não?

Se você quiser visitar essa das fotos, ela fica pertinho da estação de trem de Akihabara (o famoso bairro dos eletrônicos), no seguinte ponto do mapa:




Posts da série "Tóquio":
Vestido para matar em Tóquio!
Casamento tradicional no Japão: A cerimônia
Casamento tradicional no Japão: A foto.
All Nippon Airways (ANA): uma maravilha!!!
Videopost: Modernidades...
Videopost: Perambulando pelo National Arts Center, Tóquio
Afogar ou não afogar: eis a questão...
Uma visita ao inferno...
Uma noite no hotel-cápsula...
Lost in Translation...
Leitores pelo Mundo: Raul e o mico do Hotel-cápsula em Tóquio


Gostou do post? Clique nos botões abaixo e ajude-nos a divulgá-lo nas redes sociais.

29.8.12

Felix, Hong Kong


Viagens sempre trazem surpresas fantásticas.

Um amigo meu português, residente em Macau, ao saber que eu voltaria para o Brasil a partir de Hong Kong, me passou uma dica que ele considerava imperdível: subir até o alto do Hotel Peninsula e passar alguns momentos apreciando a vista da ilha de Hong Kong no Bar e Restaurante Felix.

A princípio, achei que seria mais uma "vista aérea" da cidade. E pra quem já tinha subido ao observatório de vários outros prédios, com 60, 70 e até 100 andares, uma vista do 22º andar não me parecia nada especial. E eis que ele me sai com o diferencial: decoração de Philippe Starck.

Pra quem ainda não conhece, Philippe Starck é "O" nome representativo do que há de melhor em Arquitetura e Design. O site dele ilustra bem o que eu estou dizendo.

Aceitei, então, a dica, e ainda veio uma recomendação especial: vá ao banheio de lá.

Fui. Tive bem pouco tempo pra ver tudo, mas valeu demais a pena. Mesmo sem reservas, fui excelentemente bem recebido pelo gerente e atendentes do local, que me permitiram circular e bater quantas fotos eu quisesse. O resultado você verifica no "slideshow" abaixo.

Ah, e o banheiro foi uma ótima dica mesmo. O mictório, com uma linda vista de Kowloon, foi show de bola! E se você estiver por lá perto das 20 horas, tome assento em uma mesa perto da janela para admirar o belíssimo espetáculo Symphony of Lights.




Serviço:
Diariamente, das 17:00 à 01:30.
+ 852 2696-6778
Site do Felix


Observação: esse post não foi patrocinado pelo Felix Bar e pelo Peninsula Hotel. Trata-se de uma recomendação de passeio baseada em experiências pessoais dos Viajantes Amadores pelo mundo.

Gostou do post? Clique nos botões abaixo e ajude-nos a divulgá-lo nas redes sociais.

27.8.12

Casamento tradicional no Japão: A cerimônia

Os templos no Japão, além de belos, podem reservar lindas surpresas para os seus visitantes. Uma delas é poder testemunhar a realização de uma cerimônia tradicional de casamento. A única parte restrita aos convidados é o momento da celebração religiosa. Mesmo assim, aquilo que você pode ver - a procissão da entrada e o a realização d"a" foto oficial - são daquelas programações verdadeiramente imperdíveis.

No vídeo e no "slideshow" abaixo, pode-se ver a entrada e a cerimônia. E para ver a realização da foto, visualize o post respectivo clicando aqui.






Gostou do post? Clica no botãozinho "+1" abaixo e ajude-nos a divulgá-lo.

22.8.12

Casamento tradicional no Japão: A foto.

Uma das agradáveis surpresas de se visitar templos no Japão é a possibilidade de se dar de cara com uma cerimônia tradicional de casamento. O ritual parece ser bastante simples: os convidados se reúnem, fazem uma pequena procissão para a entrada no templo e, ao final, se juntam para "a" foto oficial.

Esse último momento, que teoricamente parece simples - juntar família e amigos pruma foto - se manifesta como um procedimento minucioso e disciplinado, aquilo que nós ocidentais tanto apreciamos nas culturas orientais, resultando no clique perfeito.

Uma tentativa de capturar a essência desse processo pode ser vista abaixo, em vídeo e em "slideshow". Se eu fosse você, não deixaria de ver...






Gostou do post? Clica no botãozinho "+1" abaixo e ajude-nos a divulgá-lo.

18.7.12

Sprüngli: Zurique para lamber os beiços

Ir à Suíça e não se acabar nos chocolates é como ir a Paris e não ver a Torre Eiffel ou a Roma e não ver o Coliseu. Simplesmente não dá. Os caras entendem mesmo da coisa e - há quem diga - foram eles que deram a forma e o sabor atual que conquistou o mundo inteiro.

E se você vai a Zurique, não pode deixar de dar uma passadinha na Confeitaria Sprüngli. Localizada no número 21 da chiquérrima Hauptbahnhofstrasse, bem no centrão da cidade, o local tem a tradição de manipular chocolates, com maestria, há nada mais nada menos que 176 anos.

O Viajante Amador esteve no local e mosrta um pouquinho dessa experiência no seguinte videopost:


E quem quiser conferir o vídeo oficial da Confeitaria, com narração em alemão, basta clicar aqui. Mesmo que você não entenda uma palavra, as imagens valem demais a pena.


Post da série sobre a Suíça:

Internet pré-paga no seu Smartphone: Suíça
Jungfraujoch, Suíça: o topo da Europa!
Videopost: Para dirigir na Suíça...
Sprüngli: Zurique para lamber os beiços


Gostou do post? Clica no botãozinho "+1" abaixo e ajude-nos a divulgá-lo.

16.7.12

Videopost: Para dirigir na Suíça...

Nesse videopost, o Viajante Amador ensina a você o que é a "vignette" exigida para dirigir pelas estradas suíças.



O selinho, que é o comprovante do pagamento da taxa de utilização das autoestradas na Suíça, é exigido nas seguintes rodovias:


Para ver a imagem completa, clique aqui.

Para outras informações, acesse o site oficial da receita federal suíça.


Post da série sobre a Suíça:

Internet pré-paga no seu Smartphone: Suíça
Jungfraujoch, Suíça: o topo da Europa!
Videopost: Para dirigir na Suíça...
Sprüngli: Zurique para lamber os beiços


Gostou do post? Clique nos botões abaixo e ajude-nos a divulgá-lo nas redes sociais.

12.7.12

Las Violetas: café com charme e distinção em Buenos Aires

Depois de alguns indo a Buenos Aires, percebi que visitar o Café Tortoni não estava sendo algo agradável como nos anos anteriores. O excessivo de visitantes, os aumentos consideráveis de preço e a queda na qualidade do serviço me fizeram repensar sobre a validade dessa programação.

Em 2011, na época do lançamento do "Buenos Aires, Brasil", passei de táxi em frente a um café que me chamou muito a atenção. Infelizmente, na época, não pude conferir o local. Somente agora em 2012, pude matar a curiosidade e visitar o "Las Violetas". O resultado você confere no "videopost" abaixo:



Serviço:
Cafeteria Las Violetas
Site: http://www.lasvioletas.com/port/html/home/index.php
Fones: (+54 11) 4958-7387/4958-7388/4958-7389
Mapa:




Posts da série "Buenos Aires, Argentina":

Destino: Buenos Aires - Roteiro para 4 dias
Viajando para a Argentina: levar Dólar, Peso ou Real? O que é melhor?
Up-to-date: Buenos Aires - Quanto levar para gastar?
Up-to-date: Buenos Aires - andando de ônibus e economizando pesos...
Up-to-date: Feira de Mataderos - um programa muito legal em Buenos Aires!
Mi Buenos Aires Querido (pero no mucho)...
Leitores pelo Mundo: os leões e tigres de Fernando no Zoo de Luján
Up-to-date: Buenos Aires Bus - O ônibus turístico de Buenos Aires
Up-to-date: Buenos Aires, julho de 2011: O Melhor Tango
Up-to-date: Buenos Aires, julho de 2011: Internet Pré-paga no seu Smartphone!
Up-to-date: Buenos Aires - Dúvida cruel: Freddo, Persicco ou Munchi's?
Up-to-date: Chan Chan: um peruano delícia em Buenos Aires
Las Violetas: café com charme e distinção em Buenos Aires.


Gostou do post? Clica no botãozinho "+1" abaixo e ajude-nos a divulgá-lo.

11.7.12

Jungfraujoch, Suíça: o topo da Europa!

O título "Topo da Europa" impressiona. E muito embora a designação seja incompleta - o mais correto seria "a estação de trem mais alta da Europa" - a verdade é que o passeio até Jungfraujoch, no coração da Suíça, é uma experiência verdadeiramente imperdível.

Ao longo dos mais de três mil metros de subida, o visitante fica maravilhado a cada virada de olhar. Rochedos escarpados, montanhas que sobem até onde a vista alcança, tudo isso em meio a belas florestas e um chão branquinho de neve formam uma paisagem encantandora.

A programação é de uma manhã e uma tarde completos. São aproximadamente 100 minutos de subida desde a cidade de Grindelwald até a plataforma de Jungfraujoch. Há também a opção de se pegar o trem em Interlaken (estação Interlaken Ost), acrescentando-se mais cinqüenta minutos ao passeio. No alto, há diversas programações, para adultos e crianças, para estas a "Snow Fun" é diversão garantida nos dias de clima mais aberto.

O Viajante Amador preparou um vídeo para tentar mostrar um pouco da beleza do trajeto e da região e convida você a relaxar e viajar junto conosco nas maravilhosas imagens dos alpes suíços. Não se esqueça de escolher a opção "HD" pra que as imagens fiquem ainda mais belas.


Para mais informações, consulte este site.

Post da série sobre a Suíça:

Internet pré-paga no seu Smartphone: Suíça
Jungfraujoch, Suíça: o topo da Europa!
Videopost: Para dirigir na Suíça...
Sprüngli: Zurique para lamber os beiços


Gostou do post? Clica no botãozinho "+1" abaixo e ajude-nos a divulgá-lo.

5.7.12

Videopost: Como dirigir na França?

Dirigir nas rodovias francesas é uma maravilha. Asfalto impecável, lindas paisagens, sinalização eficiente e altos limites de velocidade garantem ao viajante todo o conforto necessário para transitar pelo país.

As regras de trânsito são praticamente idênticas às adotadas no Brasil e em Portugal. Além da sinalização internacionalmente consagrada, você pode encontrar os seguintes avisos escritos:

  • Arrêt (pare)
  • Chaussée glissante (estrada escorregadia)
  • Chaussée déformer (estrada em más condições)
  • Cédez le passage (Dê a preferência)
  • Douane (aduana/alfândega
  • Fin de chantier (fim de canteiro de obras)
  • Passage piétons (passagem de pedestres/peões)
  • Péage (pedágio/peagem)
  • Ralentir (diminuir a velocidade)
  • Ralentir travaux (diminuir a velocidade; trabalho à frente)
  • Rappel(lembrete)
  • Vous n'avez pas la priorité (você não possui preferência)

De resto, basta conferir as outras dicas que o Viajante Amador preparou para você nesse videopost:



Gostou do post? Clica no botãozinho "+1" abaixo e ajude-nos a divulgá-lo.